Welcome to Evently

Lorem ipsum proin gravida nibh vel veali quetean sollic lorem quis bibendum nibh vel velit.

Evently

Stay Connected & Follow us

Simply enter your keyword and we will help you find what you need.

What are you looking for?

Good things happen when you narrow your focus
Welcome to Conference

Write us on info@evently.com

Follow Us

Programa: 16 julho de 2021 .

Contributos da neurociência para a redefinição das práticas pedagógicas

A missão que a escola se propõe nos dias de hoje – oferecer oportunidades de desenvolvimento de competências para a vida – implica atender aos diferentes domínios e papéis que o aluno vai assumir como cidadão: desde as aprendizagens formais à participação ativa e consciente em sociedade. Ainda que o treino de funções executivas e a promoção de competências de autorregulação, como suporte ao processo de ensino e aprendizagem, não seja um tema novo, deve ser garantida a promoção destes processos cognitivos considerando as diferenças e necessidades individuais de cada aluno, um desafio que deve estar presente no quadro de uma escola inclusiva. Neste sentido, a sinergia entre investigação e a prática educativa assume uma relevância reforçada e merece ser alvo de discussão e reflexão.

Agenda

9h30-9h45 Boas-vindas

Adriana Sampaio – Presidente da APsi

Painel 1 Brain Development, Executive Functions and Academic Achievement
9h55-10h30 (IN)school – Developing skills for Life: A Study Protocol

Sónia Sousa – APsi

10h45-11h15 O “para e pensa” também se aprende no pré-escolar.

Joana Rato – (Investigadora no Centro de Investigação Interdisciplinar em Saúde – CIIS) do ICS-UCP, Lisboa)

11h15 Intervalo – coffee break
11h45-12h15 Funções executivas e o impacto em sala de aula

Carla Minervino – (Professora Associada da Universidade Federal da Paraíba, Brasil)

Almoço
Painel 2 Executive Functions and Self-Regulation in the Classroom
14h00-14h30 Educação e acolhimento residencial de crianças e jovens: Desenvolvimento de competências em contextos de vulnerabilidade

Luísa Ribeiro – (Professora Auxiliar da Faculdade de Educação e Psicologia, Universidade Católica do Porto)

14h45-15h15 Promoção da Autorregulação para o autocuidado em saúde: pesquisa-intervenção na escola.
A comunicação objetiva apresentar resultados de pesquisa-intervenção desenvolvida no contexto brasileiro, na temática da promoção de competências autorregulatórias para o autocuidado em saúde, no contexto da educação básica. Os resultados informam sobre a abordagem da formação com os educadores e da intervenção com os estudantes, apresentado mudanças e melhorias alcançadas, bem como os desafios no campo empírico, com pistas para estudos futuros.

Cleidilene Ramos Magalhães – (Professora Titular, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, Departamento de Educação e Humanidades, Brasil)

15h15 Intervalo – coffee break
15h45-16h45 Desenvolver competências em contexto educativo: A ponte entre a investigação e a prática.
Os princípios orientadores da prática baseada na evidência sublinham a relevância do incremento do diálogo entre a investigação e os contextos educativos.
Qual o papel deste movimento sinérgico entre investigação e prática na escola inclusiva? De que forma estas pontes podem ser construídas e consolidadas? O que adicionam à intervenção em contexto educativo?

Moderador: Pedro Rosário – Investigador em Psicologia Aplicada, Coordenador do Grupo Universitário de Investigação em Autorregulação e Vice-Presidente da Escola de Psicologia
Tânia Nunes – Psicóloga Escolar e da Educação do Agrupamento de Escolas de Cristelo, Paredes
Ana Roseira – Sociologia, Investigadora nas áreas em torno das desigualdades sociais, Direitos Humanos e estudos prisionais.
Maria João Faria – Professora, Subdiretora do Agrupamento de Escolas de Maximinos
Alexandra Lopes – Docente do 1.º ciclo do ensino básico no Agrupamento de Escolas de Maximinos

16h45 Encerramento

Programa: 16 julho de 2021 .

Contributos da neurociência para a redefinição das práticas pedagógicas

A missão que a escola se propõe nos dias de hoje – oferecer oportunidades de desenvolvimento de competências para a vida – implica atender aos diferentes domínios e papéis que o aluno vai assumir como cidadão: desde as aprendizagens formais à participação ativa e consciente em sociedade. Ainda que o treino de funções executivas e a promoção de competências de autorregulação, como suporte ao processo de ensino e aprendizagem, não seja um tema novo, deve ser garantida a promoção destes processos cognitivos considerando as diferenças e necessidades individuais de cada aluno, um desafio que deve estar presente no quadro de uma escola inclusiva. Neste sentido, a sinergia entre investigação e a prática educativa assume uma relevância reforçada e merece ser alvo de discussão e reflexão.

Agenda

9h30-9h45 Boas-vindas

Adriana Sampaio – Presidente da APsi

Painel 1 Brain Development, Executive Functions and Academic Achievement
9h55-10h30 (IN)school – Developing skills for Life: A Study Protocol

Sónia Sousa – APsi

10h45-11h150 O “para e pensa” também se aprende no pré-escolar.

Joana Rato – (Investigadora no Centro de Investigação Interdisciplinar em Saúde – CIIS) do ICS-UCP, Lisboa)

11h15

 

Intervalo – coffee break
11h45-12h15 Funções executivas e o impacto em sala de aula

Carla Minervino – (Professora Associada da Universidade Federal da Paraíba, Brasil)

Almoço
Painel 2 Executive Functions and Self-Regulation in the Classroom
14h00-14h30 Educação e acolhimento residencial de crianças e jovens: Desenvolvimento de competências em contextos de vulnerabilidade

Luísa Ribeiro – (Professora Auxiliar da Faculdade de Educação e Psicologia, Universidade Católica do Porto)

14h45-15h15 Promoção da Autorregulação para o autocuidado em saúde: pesquisa-intervenção na escola.

A comunicação objetiva apresentar resultados de pesquisa-intervenção desenvolvida no contexto brasileiro, na temática da promoção de competências autorregulatórias para o autocuidado em saúde, no contexto da educação básica. Os resultados informam sobre a abordagem da formação com os educadores e da intervenção com os estudantes, apresentado mudanças e melhorias alcançadas, bem como os desafios no campo empírico, com pistas para estudos futuros.

 

Cleidilene Ramos Magalhães – (Professora Titular, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, Departamento de Educação e Humanidades, Brasil)

 

15h15 Intervalo – coffee break
15h45-16h45 Desenvolver competências em contexto educativo: A ponte entre a investigação e a prática.

Os princípios orientadores da prática baseada na evidência sublinham a relevância do incremento do diálogo entre a investigação e os contextos educativos.
Qual o papel deste movimento sinérgico entre investigação e prática na escola inclusiva? De que forma estas pontes podem ser construídas e consolidadas? O que adicionam à intervenção em contexto educativo?

 

Moderador: Pedro Rosário – Investigador em Psicologia Aplicada, Coordenador do Grupo Universitário de Investigação em Autorregulação e Vice-Presidente da Escola de Psicologia
Tânia Nunes – Psicóloga Escolar e da Educação do Agrupamento de Escolas de Cristelo, Paredes
Ana Roseira – Sociologia, Investigadora nas áreas em torno das desigualdades sociais, Direitos Humanos e estudos prisionais.
Maria João Faria – Professora, Subdiretora do Agrupamento de Escolas de Maximinos
Alexandra Lopes – Docente do 1.º ciclo do ensino básico no Agrupamento de Escolas de Maximinos

16h45 Encerramento

Participação gratuita apenas sujeita a inscrição .

Preencha o seguinte formulário para poder participar na conferência.

    Participação gratuita apenas sujeita a inscrição .

    Preencha o seguinte formulário para poder participar na conferência.